5 curiosidades sobre o sistema de ensino suíço.

Primeiro veio a ‘Revolução do Ensino’

A fama da qualidade do ensino público na Suíça é grande, e tem seus motivos. Neste artigo vamos falar sobre um pouco sobre curiosidades, mas com peculiaridades específicas da cidade de Zurique. Não se assustem, quando ao conversar com amiga(o)s, eles comentarem sobre pontos diferentes. Isso também faz parte do nosso dia a dia. A Suíça, com seus 4 (quatro) idiomas oficiais e o federalismo (opa, já temos aí mais temas pra outros artigo!), possui uma diferença muito grande entre as cidades, e não é só no tema ensino.

Agora vamos lá! Antes de ir para nossa lista, vamos dar uma olhadinha lá atrás. Pra ser mais precisa, século XIX. Este foi um século de maior desenvolvimento na Suíça, um boom em vários âmbitos. Mas, vamos nos concentrar no sistema de ensino. Na primeira metade deste século, Zurique, em especial, passava por um período turbulento(batalhas, doenças, etc), e se deu conta que para haver a tal “Revolução do Ensino” (Bildungsrevolution), teriam que começar do zero!

E começaram!

Eu tenho um probleminha com datas, confesso, mas vou deixar aqui só essas pra vocês: entre as décadas de 30 e 40 do séc. XIX foram construídas mais de 93 escolas em todo o cantão de Zurique, os professores passaram por uma reciclagem e o custo do investimento saltou de 680.000 (mil francos suíços) em 1834 para 1,4 milhões (francos suíços) em 1838. Isso é o que eu chamo de revolução!

De lá pra cá muita coisa mudou, o sistema foi sendo modificado, ajustado e mesmo assim, com toda a fama (justa!), em alguns pontos, principalmente sob o ponto de vista feminino, ainda precisa melhorar. O processo continua!

Vamos à nossa lista de curiosidades (finalmente) *risos*

1 – Você não escolhe a escola da sua filha/do seu filho.

Aqui 90% das crianças frequentam a escola pública e as crianças são inscritas pelo estado, para as escolas mais próximas da sua casa. Isso faz com que as crianças possam estudar com amigas/amigos da vizinhança e fazem o caminho até a escola sozinhas(os). Esse tema, dá pano pra manga. O que pra nós, brasileiras e brasileiros, é inimaginável hoje em dia (e em muitas grandes cidades), aqui é uma realidade. As crianças, praticamente 100%, fazem esse trajeto para a escola, todos os dias, junto com dezenas de coleguinhas.

2 – A tarde da quarta-feira é sagrada, ninguém tem aula!

Isso mesmo que você leu! Entre o Jardim de Infância até o final do período escolar (17/18 anos), as crianças, em toda Suíça, tem esse dia da semana livre, sem aula!

3 – O que é um Hort?

Uma tradução direta seria ‘berçário’, mas eu diria que pela finalidade é mais um ‘hotelzinho’. Neste lugar as crianças almoçam (ou até tomam café da manhã) entre o período da manhã e da tarde. Quando os cuidadores trabalham e a criança não pode voltar pra casa, almoçar e retornar para a escola à tarde, em muitos lugares temos esta opção. Não é encontrada em todas as cidades na Suíça, e nesse caso precisamos entrar numa roda viva para manter a rotina de trabalho e o fato de que as crianças não tem ainda o sistema de escola de ensino integral. Em Zurique já temos algumas escolas em um projeto piloto, de ensino integral!

4 – Trabalho manual, para todas e todos!

Este foi uma das ‘matérias’ inclusas naquele período que falamos lá no comecinho do artigo. Um dos responsáveis pela sua introdução foi o Senhor Heinrich Pestalozzi. As crianças, a partir da 1a série, tem aulas de trabalho manual, onde desenvolvem projetos com os mais diferentes materiais: tecido, argila, papel, etc. O tipo do projeto depende da idade.

5 – As crianças tiram férias em semanas diferentes.

Oi? Mas, como assim? Pois é, as crianças na Suíça não entram de férias todas na mesma época. Com a exceção de algumas semanas durante as férias de verão (julho/agosto), quando termina o ano letivo. Vamos dar um pequeno exemplo: o cantão (estado, lembram?) de Lucerna tem duas semanas, de 1o a 14 de Outubro. No Cantão de Zurique as férias são dos dias 8 a 21 de Outubro. Essas são as férias de Outono! Dessa forma os locais de férias, estradas, aeroportos, etc não se sobrecarregam tanto!

Essas foram 5 curiosidades, dentre tantas outras, que trouxemos hoje pra vocês! O que acharam? Você, que conhece ou mora na Suíça quer deixar aqui mais alguma curiosidade pra gente? Se você mora em outro país, que tal falar pra gente alguma curiosidade pra gente ficar conhecendo?

Um super abraço e bis bald (até logo)

Crédito das fotos: unsplash

2 comentários sobre “5 curiosidades sobre o sistema de ensino suíço.

  1. A cultura de voltar à casa para a refeição é uma característica típica aqui na suíça. Coisa que dificulta muito quem trabalha fora. Amei um artigo, mas achei que faltou falar da Tagesmutter, uma vez que se falou do Hort. Figura tão importante que, na tradução literal e prática nada mais é que uma pessoa que cuida do seu filho, um dia ou mais fazendo o papel de mãe, dando-lhe almoço, cuidando, controlando o dever de casa, etc.
    Há também revezamento de pais, um grupo de pais se revezam a cada dia da semana…

    1. Olá Ingrid. Que bom ter o seu retorno sobre nosso artigo! Obrigada também por comentar sobre a Tagesmutter. São muitas as curiosidades dentro do sistema de ensino, nossa proposta foi falar sobres essas 5 curiosidades, mas já recebemos outras também super interessantes. Quem sabe em um próximo artigo falamos de mais 5, e acrescentamos a Tagesmutter e o revezamento dos pais (que também acontece aqui em casa)! Um abraço, Luci & equipe Guia Suíça.

Os comentários estão desativados.